19 de novembro de 2019

Alunos da UNEAL recebem diplomas do Parlamento Jovem Universitário

Entrega fez parte de programação do Fórum de Combate à Corrupção

FOCCO/AL entregou diplomas do Parlamento Jovem Universitário a alunos da Universidade Estadual de Alagoas (Foto: Ascom Uneal)

O Fórum de Combate à Corrupção (FOCCO/AL),  em sua 3ª edição, biênio 2019-2020 realizou  na quarta-feira (14) de novembro, a entrega de diplomas do Parlamento Jovem Universitário (PJU). Alunos da Universidade Estadual de Alagoas (UNEAL), já capacitados pelo parlamento, receberam diplomas na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Arapiraca.

O PJU é um projeto educacional criado em 2015, que tem como objetivo capacitar o jovem universitário a desenvolver uma consciência crítica sobre a necessidade de acompanhamento das políticas municipais, como se atuassem no controle do patrimônio público imbuídos da função de parlamentares, e assim criar mecanismos para a efetiva participação social.  A professora da UNEAL  Nadja Peixoto, ora Coordenadora do Curso de Contábeis do Campus I, trouxe o projeto para Arapiraca, contemplando os três bacharelados existentes.

“Na qualidade de docente, que leciona e atua como Contadora na área pública, considero o PJU um projeto que expande a visão do universitário para além da sala de aula, não só como estudioso da temática proposta, mas acima de tudo, na posse do efetivo direito de exercer sua cidadania, contando com a orientação de nossos professores de diversos áreas do conhecimento”, enfatizou Nadja.

O evento contou com a palestra: “Contexto Jusfilosófico do Princípio da Legalidade”, ministrada pelo professor da UNEAL e conselheiro da OAB, Dr. Lúcio Izidro. Também estavam presentes os professores Luiz Geraldo (Administração), Tiago Vicente (Direito), representando as Coordenações de seus respectivos Cursos do Campus I.

“Iniciativas como o Parlamento Jovem Universitário demonstra um grande espaço para o engajamento da comunidade universitária no controle e mobilização social. Os Jovens Universitários, dada sua importância como formadores de opinião, podem contribuir de forma objetiva para que as ações públicas sejam, não só eficazes, mas, sobretudo, efetivas, no sentido de oferecer à sociedade políticas públicas com foco no cidadão”,  ressaltou o Superintendente da CGU em Alagoas, Moacir Rodrigues de Oliveira, que encerrou o evento.

Texto: Ascom Uneal

19 de novembro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *